Crônicas do dia-a-dia louco e insano que passamos correndo sempre, sem sequer olhar profundamente para si mesmo.

domingo, 13 de março de 2011

Dos olhos das crianças

É engraçado ver o mundo nos olhos das crianças.
Sentado em uma pracinha vejo elas correndo e rindo sem se preocupar.
Com mundo enorme e perigoso a sua volta, mas elas só querem brincar até cansar.
Como seria fácil as coisas assim. Ainda fico imaginando como seria nossa vida juntos.
Acordar com você. Dormir com você. Viver com você.
Mas nossas vidas não combinavam tanto assim.
O sexo era ótimo, as conversas engraçadas, a vida corria solta do seu lado.
Mas quando tudo ficou um saco e caímos nessa teia de tédio, tratamos de colocar um ponto final em tudo isso.
Mas ainda assim queria ter um dia com você como essas crianças, um dia apenas brincando sem se preocupar com o que vem depois.
Depois que crescemos ficamos chatos, impacientes, sonhadores demais, arrogantes, prepotentes, críticos...
Achamos que não temos tempo pra conhecer alguém legal, dar uma chance para o amor, dar uma chance para a brincadeira...
Por isso que as vezes é melhor ser criança, sem ter com o que se preocupar.
Continuo vendo as crianças correndo e brincando e pensando...
"Queria brincar com você agora."

2 comentários:

Caio Arango disse...

textos curtos e sem muito nexo né?

Gabriel Vasconcelos disse...

Nenhum pouco caio.. você tem nexo nas poucas palavras sim ^^. Tem dia que seria bom voltar a ser criança.. ver o mundo com essa simplicidade, sem se preocupar com o superfluo, com o efemero... crianças apenas brincam, sorriem e fazem perguntas inocentes... e quando choram, tratam logo de esquecer o sofrimento e seguir adiante.. e o melhor de tudo... criança sabe perdoar e pedir perdão. As crianças são traços de santidade. Quem me dera ser assim...